6 de setembro de 2015

Histórias da Terra e do Mar de Sophia de Mello Breyner Andresen


Sinopse

O conto "Saga", incluído neste livro, é indicado pelas Metas Curriculares para o trabalho da Educação Literária no 8.° ano. Esta obra é ainda recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para leitura autónoma no 3.° ciclo.

Enquanto Lúcia se deslumbra com o brilho de um mundo a que quer pertencer, Hans desafia os mares para fazer cumprir o seu destino.
Nestas histórias, em terra e no mar, as personagens procuram a sua verdadeira vida, que se revela nos espaços, na noite, no silêncio, no som do mar.

Opinião

Esta autora teve uma grande influencia no meu percurso escolar. Foi, se não estou enganada, a autora que mais obras dei nas aulas de Português. Que me lembre li: “A fada Oriana”, “O Cavaleiro da Dinamarca”, “O rapaz de bronze”, “A menina do mar” e li apenas o primeiro conto de “Histórias da terra e do mar”. Por esse motivo escolhi reler o primeiro conto e ler os restantes. Por todos os motivos achei mais do que apropriado escolher este livro para o desafio de regresso à escola.
Lembro-me que, quando andava na Preparatória (atualmente 2º e 3º ciclo), li apenas os livros que eram obrigatórios. Os meus pais não tinham dinheiro para gastar em livros e embora tenha ido à biblioteca da escola rapidamente desisti porque maior parte dos livros eram enciclopédias, dicionários e eram poucos os livros juvenis. Rapidamente fiquei entediada e acabei por deixar de requisitar. Quando mudei de escola (para a Secundária) comecei a frequentar a Biblioteca Municipal onde tive acesso e bastantes livros juvenis.

Recordações à parte, “Histórias da terra e do mar” contém 5 contos. Quando andava na escola apenas foi obrigatório ler o primeiro conto – História da Gata Borralheira. Como não sou fã dos contos infantis muito menos deste que é bastante trágico acabei por não ler os restantes. Agora descobri que os outros contos não são relacionados com contos infantis.
Talvez esteja demasiado velha para apreciar a leitura mas continuo a adorar “A fada Oriana” e o “O Cavaleiro da Dinamarca” e continuam a ser os meus livros favoritos da autora.

Classificação: Gostei

12 comentários:

  1. Olá,
    Confesso que já tenho saudades de ler os livros desta autora, também foi uma autora que me acompanhou quando era mais nova. :)
    Parece que foi uma leitura boa para recordares os velhos tempos.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Sim fez-me lembrar de outros livros que tive de ler. Alguns gostei bastante outros odiei mas incentivaram-me a ler cada vez mais e a gostar de ler. Esta foi a autora que mais me acompanhou.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá,

    Nunca li nada da escritora, mas pelo que vejo não te encheu as medidas, seja como for acredito que tenha sido agradável teres participado neste desafio, recordaste bons tempos :D

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Adoro estes desafios tenho pena de não conseguir participar em mais. Este particularmente fez-me lembrar da minha adolescência.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá Tânia,
    Nunca li este livro mas gosto muito da escritora.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla,
      Este não é dos livros que mais gosto da autora mas é uma boa autora e tem imensos livros.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Olá
    Desta autora só li A Filha da Floresta e na altura gostei muito. Tenho de ler mais alguns livros dela :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Este é um livro que me fez relembrar a minha juventude.
      Não li A Filha da Floresta.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Ahah agora até me ri. Não era A Filha da Floresta, era A Floresta.
      Confundi-me, que cabeça a minha -.-

      Eliminar
    3. Olá,
      Deixa lá eu nem dei conta do erro.
      Beijinhos

      Eliminar